16 filmes olímpicos que merecem ouro, prata e bronze

A abertura oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 acontece nesta sexta-feira (5). Mais de 10 mil atletas competirão na Cidade Maravilhosa, e muitas histórias de vida serão escritas (ou reescritas) na primeira edição de uma Olimpíada na América do Sul. E é claro que o cinema também já usou as Olimpíadas para ser pano de fundo ou o tema principal de muitos de seus filmes. Desde thriller político, passando por lições de vida e histórias reais, até comédias leves e descontraídas, a lista é bacana.

E assim o Clube Cinema separou 16 filmes Olímpicos, mesmo que alguns deles sejam em Jogos de Inverno, e os atribuiu medalhas de Ouro, Prata ou Bronze cinematográficas. Que os jogos comecem!

Medalha de Bronze

16. O Homem de Bronze (Jim Thorpe: All-American, 1951): a vida do atleta norte-americano, descendente de índios, Jim Thorpe (Burt Lancaster). Ele praticava basquete, handebol, hóquei, arco e flecha, tiro, natação, canoagem, tênis, squash, hipismo, futebol americano e beisebol, tendo sido considerado um dos maiores desportistas do Século XX. Em 1912 Thorpe foi campeão olímpico de pentatlo e decatlo, mas perdeu suas medalhas por ser considerado um atleta profissional em uma época que o amadorismo era obrigatório nas disputas olímpicas.

Burt Lancaster é o multi-atleta Jim Thorpe

15. Michael X Michael (Running, 1979): homem desempregado (Michael Douglas) decide provar para si mesmo que não é um perdedor. Ao invés de procurar emprego, ele começa a treinar para ganhar a medalha de ouro da maratona, nas Olimpíadas.

Michael Douglas em Michael X Michael

14. As Parceiras (Personal Best, 1982): Chris Cahill (Mariel Hemingway) é uma jovem e atraente atleta que se prepara para os Jogos Olímpicos de 1980, a serem realizados em Los Angeles. Nas pistas de corridas, ela conhece Tory Skinner (Patrice Donnelly), uma veterana campeã em busca de mais um título. Em pouco tempo, as duas se tornam amigas e amantes. Acreditando no potencial da parceira, Tory convence Terry Tingloff (Scott Glenn), seu rigoroso treinador, a fazer de Chris mais uma vencedora.

Mariel Hemingway é a protagonista de As Parceiras

13. Invencível (Unbroken, 2014): cinebiografia de Louis Zamperini (Jack O’Connell), filho de imigrantes italianos e corredor olímpico que é preso e torturado pelos japoneses, durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1943, o avião em que estava caiu no Oceano Pacífico por falha mecânica e o soldado sobreviveu seis semanas no mar dentro de um bote. Ele é resgatado pelos japoneses e mantido preso até o desfecho da guerra.

A história real de Louis Zamperini é recontada por Angelina Jolie

12. Voando Alto (Eddie The Eagle, 2016): vamos acompanhar a trajetória bem humorada e emocionante de Eddie, a Águia (Taron Egerton). Desde pequeno o inglês tem o sonho de ser um campeão olímpico e sua chance surge nas eliminatórias dos Jogos Olímpicos de Inverno em Calgary (1988). Ele só precisava encontrar um esporte pouco competitivo e alguém que o apoiasse. É aí que entra um antigo campeão de salto, Bronson Pear (Hugh Jackman), que foi expulso por má conduta e acabou virando motorista de trator em um campo de treinamento na neve.

Eddie, a Águia

11. Os Amantes do Perigo (Downhill Racer, 1969): o temperamento rebelde e egoísta de um jovem esquiador (Robert Redford) o coloca em conflito com o treinador (Gene Hackman) e a delegação americana prestes a disputar as próximas Olimpíadas de Inverno.

Robert Redford e Gene Hackman

Medalha de Prata

10. Berlim’ 36 (Berlin’ 36, 2009):  Baseado na histórias real da atleta alemã do salto em altura, Gretel Bergmann, radicada na Inglaterra devido as restrições impostas em seu país pelo governo nazista aos judeus. Por ocasião dos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos passou a exigir que os atletas judeus da Alemanha não fossem excluídos do evento. Convencida pelo pai, Gretel regressa à Alemanha e é incluída na equipe olímpica alemã. Contudo, o Regime Nazista a substitui por um atleta que mais tarde descobriu ser um homem.

Berlim ’36

9. Desafio no Gelo (Miracle, 2004): Herb Brooks (Kurt Russell) é o novo técnico da equipe de hóquei dos Estados Unidos em 1980. Determinado a realizar o sonho de vencer a imbatível seleção da União Soviética, ele utiliza métodos de treinamento polêmicos, que obrigam o time a jogar como nunca. Com 20 garotos que nunca haviam jogado juntos, o treinador os transformou em um time capaz de realizar o impossível.

Filme se passa nas Olimpíadas de 1980

8. Um Casal Quase Perfeito (The Cutting Edge, 1992): Kate Moseley (Moira Kelly) é uma jovem muito rica e mimada, que treina patinação artística por estar sendo preparada para conseguir a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Inverno em Albertville, na França. Seu pai, Jack Moseley (Terry O’Quinn), está obcecado em conseguir a medalha e contratou um excelente treinador russo, Anton Pamchenko (Roy Dotrice). Porém nenhum parceiro a satisfaz. Quando é apresentada a um ex-jogador de hóquei, Doug Dorsey (D.B. Sweeney), a antipatia é mútua, mas como parceiros podem obter a almejada medalha.

Moira Kelly e D.B. Sweeney em cena

7. Poder Além da Vida (Peaceful Warrior, 2006): Dan Millman (Scott Mechlowicz) é um talentoso ginasta adolescente que sonha em participar das Olimpíadas. Ele tem tudo o que um garoto da sua idade pode querer: troféus, amigos, motocicletas e namoradas. Certo dia seu mundo vira de pernas para o ar, quando conhece um misterioso estrangeiro chamado Sócrates (Nick Nolte). Depois de sofrer uma séria lesão, Dan conta com a ajuda de Sócrates e de Joy (Amy Smart) para descobrir que ainda tem muito a aprender, e que terá de deixar várias coisas para trás a fim de que possa encontrar seu destino e se tornar um guerreiro pacífico.

Drama é uma bela lição de vida

Medalha de Ouro

5/6. Prefontaine – Um Nome Sem Limites (Prefontaine, 1997) & Prova de Fogo (Without Limits, 1998): dois filmes que contam a mesma e trágica história real, a trajetória do corredor americano Steve Prefontaine (Jared Leto | Billy Crudup). Com seu jeito irreverente e carismático, Pre, como era chamado, conquistou o reconhecimento internacional depois de disputar as Olimpíadas de Munique e tornou-se um dos grandes mitos da história do atletismo. Na trama, sua determinação em busca de uma medalha olímpica, os recordes e a luta pelos direitos dos atletas.

Jared Leto é o Prefontaine no filme de 1997 e Billy Crudup em 1998

4. Jamaica Abaixo de Zero (Cool Runnings, 1993): a história parece piada, mas aconteceu de verdade. São quatro despreparados atletas jamaicanos com um sonho impossível: participar das Olimpíadas de inverno com trenó na neve. Com a ajuda de um ex-campeão (John Candy), meio fora de forma, eles embarcam nesta aventura. Os quatro jamaicanos deixam os trópicos e vão aos jogos de 1988, competir pela medalha de ouro, num esporte que nunca praticaram.

John Candy comanda o tima jamaicano nesta hilária história real

3. Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo (Foxcatcher, 2014): campeão olímpico de luta greco-romana, Mark Schultz (Channing Tatum) sempre treinou com seu irmão mais velho, David (Mark Ruffalo, indicado ao Oscar de coadjuvante), que é também uma lenda no esporte. Um dia, recebe um convite para visitar o milionário John du Pont (Steve Carell, indicado ao Oscar de melhor ator). Apaixonado pelo esporte, du Pont oferece a Mark que entre em sua própria equipe, a Foxcatcher. Atraído pelo salário e as condições de vida, Mark aceita a proposta e, assim, se muda para uma casa na propriedade do milionário. Aos poucos eles se tornam amigos, mas a difícil personalidade de du Pont faz com que Mark acabe seguindo uma trilha perigosa para um atleta.

Filme concorreu a cinco Oscar

2. Munique (Munich, 2005): em setembro de 1972, um ataque terrorista sem precedentes foi mostrado ao vivo para telespectadores no mundo todo. Era a segunda semana das Olimpíadas de Munique, na Alemanha Ocidental, e o grupo extremista palestino conhecido como “Setembro Negro” invadiu a Vila Olímpica, matou dois membros da equipe olímpica israelense e manteve outros nove como reféns. 21 horas depois tudo terminou com todos mortos. No centro dessa história está Avner (Eric Bana), um jovem patriota israelense, que recebe a missão de caçar e matar os 11 homens acusados pela inteligência de Israel de planejarem os assassinatos. Indicado a cinco Oscar, incluindo melhor filme.

Steven Spielberg assina thriller que concorreu a cinco Oscar, incluindo melhor filme

1. Carruagens de Fogo (Chariots of Fire, 1981): Olimpíadas de 1924, em Paris, se aproximam. Eric Liddell (Ian Charleson) e Harold Abrahams (Ben Cross) pretendem disputá-la, mas seguem caminhos bem diferentes. Liddell é um missionário escocês que corre em devoção a Deus. Já Abrahams é filho de um judeu que enriqueceu recentemente e deseja provar sua capacidade para a sociedade de Cambridge. Após eliminatórias, os dois integram a equipe do Reino Unido para as Olimpíadas. Filme azarão daquele ano, venceu quatro Oscar (melhor filme, roteiro original, trilha sonora e figurino). O inesquecível tema musical do Vangelis virou hino eterno das Olimpíadas, desde então.

Azarão inglês venceu o Oscar de melhor filme em 1982