Month

abril 2013

Crítica: novo “Anna Karenina” é um espetáculo híbrido

Joe Wright é ótimo contador de histórias. Diretor que traduz a aura grandiosa que um romance de época necessita e costuma trabalhar com sua atriz fetiche, Keira Knightley. Orgulho & Preconceito (2005) é uma saborosa versão do clássico livro de Jane Austen, sem romper a barreira do romântico doce ao equilibrar a dose de romantismo…

Crítica: “Chamada de Emergência” é um verdadeiro trote

O número de emergência 911, é uma versão americana do nosso 190 aqui no Brasil. Do outro lado da linha há – em tese, uma atendente psicologicamente preparada para levantar os dados necessários e enviar o socorro para cada chamado específico na tentativa de resolver a ocorrência. E o suspense “Chamada de Emergência” (The Call,…

Crítica: “A Hospedeira” pode ser definido em uma palavra: bizarro

O que podemos esperar de um texto original de Stephanie Meyer? Já tivemos provas sufucientes com a série Crepúsculo que seu substrato para um texto cinematográfico são de valores bem questionáveis. E com “A Hospedeira” (The Host, 2013) o resultado não é diferente. A nova adaptação de um livro seu para o cinema é uma…

Crítica: “Vai que dá certo” não deu certo

Desde a retomada, em 1995, o cinema brasileiro conseguiu aumentar consideravelmente seu público, com picos de 22 a 25% de mercado e se consolidou com uma média de público de 15%. Nesse período, algumas comédias (ruins) fizeram bonito nas bilheterias, mas a partir da estreia do segundo Se Eu Fosse Você (2009), o cinema nacional…

Oscar 2010: uma análise da batalha entre Avatar e Guerra ao Terror

Havia cinco anos que os críticos e cinéfilos não ficavam tão indecisos em escolher o filme favorito para ganhar o Oscar, desde que Menina de Ouro, de Clint Eastwood, disputou com O Aviador, de Martin Scorsese. A partir de então, sempre se teve um grande favorito da critica especializada para levar a estatueta. Contudo, nem…