BAFICI 2018: “La Directiva” lança um olhar sobre a Federação de Árbitros do Chile

La Directiva/The Union (La Directiva, Chile, 2018) de Lorena Giachino

O olhar é simples, sincero até. Tudo está estampado no rosto dos nossos “heróis”, como são denominados a certa hora do documentário, os árbitros retratados. Somos convidados a ver um filme sobre o futebol, mas totalmente fora das quatro linhas. Sem gol, título ou coisa que valha.

Desde a primeira cena, está claro que estamos falando de amadores. O cenário é a acanhadíssima Federação de Árbitros de Futebol Amador, no Chile, e a trama parte da eleição de uma nova diretoria, em 2012. E o doc mostrará, com algum humor involuntário, como seus integrantes lutam para não se tornarem ainda mais ultrapassados, e que continuam a trabalhar para o futebol por muito mais que trocados. Mas porquê acreditam na arte do apito, e mais ainda, amam fazer parte do mundo do futebol.

Tanto crêem nisso que o novo presidente, Don José Castro, passa a morar na sede caindo aos pedaços para trabalhar em tempo integral, colocar as coisas em ordem. A instituição possui mais de 90 anos de história, e seus personagens buscam uma saída para continuar respirando, para atrair novos adeptos (árbitros), para conseguir algum tipo de reconhecimento e ter um equilíbrio político.

E diferente da categoria dos seus integrantes, que são amadores, a resistência decadente é filmada por Lorena Giachino com sensibilidade e muita empatia pela paixão alheia. Ainda assim, viva o futebol, via o cinema.

La Directiva/The Union (La Directiva, Chile, 2018) | Direção e roteiro: Lorena Giachino | Idiomas: Espanhol | Color: Color | 75 minutos Guión: Lorena Giachino | Documentário | Interpretes: José Castro, Hugo Trureo, Pedro Yáñez | O filme participa da Mostra Competitiva Latino-Americana do 20º BAFICI.

*O crítico viajou à convite do Buenos Aires International Festival of Independent Cinema – BAFICI, e compõe o Júri FIPRESCI na Mostra Competitiva Latino-Americana.