BAFICI 2018: Doc “Lima na pele” revela a vida de anônimos peruanos

Lima na Pele – Lima en la piel – Lima in the Skin (Lima en la piel, Peru, 2017) de Maria José Moreno

Capital do Peru, Lima também é a maior cidade do país, e a terceira da América Latina (atrás apenas de São Paulo e Cidade do México). São mais de 12 milhões de habitantes, e escolher apenas alguns para contar uma história que revela a relação dos peruanos com a cidade, é algo bem criterioso.

E as escolhas da cineasta Maria José Moreno joga uma luz sobre a vida de anônimos completamente diferentes, mas que vivem e amam Lima, e tiram dela o que podem para viver.

Prostituta mais velha da cidade, Anita tem 66 anos, e continua a se dar por alguns centavos. “Um ou dois clientes por noite ainda… Tenho um preço fechado, mas ultimamente, o que me oferecem estou aceitando”, indica a senhora que não deixa de pintar seus cabelos brancos para se sentir bonita e atraente, e visita regularmente seus pais no cemitério. 

O casal de mímicos Carmen e Juan, são bem idosos, mas preferem viver na ativa com seus trabalhos artísticos. Vivem bem, numa casa espaçosa de frente ao mar, herança da mãe de Juan, que se diz muito feliz com a esposa. A mesma concorda, mas lamenta apenas uma coisa na vida, não ter tido filhos.

Gloria, a única pescadora no porto de Lima, mas além do mar, trabalha sem limites para sustentar sua família. Vende chicletes e outros doces nos sinais, e leva seus dois filhos para limpar os peixes no mercado. A sequência da chegada à sua residência é bastante sofrida, e envolvente.

A miséria é real, o sorriso também. São quatro destinos distintos, mas que possuem em comum Lima, a cidade impregnada em suas peles. De bela paisagem litorânea, localiza-se nos vales dos rios Chillón, Rímac e Lurín, na parte central do litoral peruano, com vista para o Oceano Pacífico. Cidade tão grande e pulsante, que o filme também acaba se tornando uma homenagem à cidade, como um lugar que seus personagens vão viver até o fim dos seus dias.

Lima en la piel – Lima in the Skin (Peru, 2018) de Maria José Moreno | Língua: Espanhol | 62 minutos | Documentário | Elenco: Ana María Parra Gallegos, Gloria Herrera Solano, Juan Piqueras, Carmen Piqueras | O filme participa da Mostra Competitiva Latino-Americana do 20º BAFICI.

*O crítico viajou à convite do Buenos Aires International Festival of Independent Cinema – BAFICI, e compõe o Júri FIPRESCI na Mostra Competitiva Latino-Americana.