Classicline lança “Tucker: O Homem e seu Sonho” em ação inusitada com clube de assinatura

Se a vida é uma caixinha de surpresas, quantas surpresas cabem na sua vida? Nós não sabemos, mas a Classicline apostou em uma ação inusitada que surpreendeu o mercado de home vídeo. Até então inédito em DVD no Brasil, Tucker: O Homem e seu Sonho (Tucker: The Man and His Dream, 1988) de Francis Ford Coppola, teve seu pré lançamento compondo os itens do clube de assinatura da mistery box, Clube Box, nesse mês de setembro.

Para o público geral, o filme estará disponível nas principais lojas do mercado na segunda quinzena de outubro (preço sugerido R$ 29,90).

Para quem não sabe do que estamos falando, o Clube Box é um clube de assinatura, que a cada mês lança contempla seus assinantes com caixas misteriosas baseadas em um determinado tema. Em cada caixa vem de quatro a sete itens, sempre voltado para a cultura pop.

Na caixa que o drama de Coppola veio, o tema foi “De Volta ao Passado”, com itens que remetem aos anos 80 como um pôster com mashups de Goonies, Poltergeist, ET, Gremlins, Conta Comigo e Karatê Kid, o DVD de Elvira: A Rainha das Trevas (também da Classicline), um colecionável do De Volta Para o Futuro, bottons (Atari e Genius), uma camisa que homenageia Quero Ser Grande, e até mesmo uma caixa de VHS decorativa, contendo as luzes de Strange Things. Extra incluso, o álbum de estreia do cantor Victor Mota, Antes do Sol Chegar, carregou a tag #experimente.

Projeto ambicioso e bem pessoal do diretor americano vencedor do Oscar por O Poderoso Chefão I e II, Tucker (1988) foi produzido por George Lucas e traz no elenco Jeff Bridges, Joan Allen, Martin Landau, Christian Slater, Frederic Forrest, Mako e Elias Koteas. A obra ganhou um Globo de Ouro (Martin Landau, ator coadjuvante) e concorreu a três Oscar (Coadjuvante-Landau, Figurinos e Direção de Arte & Cenários).

O drama acompanha a história real de Preston Tucker (Jeff Bridges), que criou o carro que levava seu nome. De aerodinâmica atraente, tinha design revolucionário para a época, além de seguro, rápido e econômico. Mas a história que parecia ser o sonho americano sofre uma reviravolta quando a empresa ameaça o monopólio já estabelecido pelas outras grandes indústrias do setor.

Clube Box

O projeto foi criado por um casal louco por cultura pop, Daniel Herculano e Lívia Menezes. Ele, jornalista, publicitário e membro da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema). Ela, psicóloga, administradora, e uma leitora ávida.

“Existem alguns clubes de assinatura, mas decidimos apostar na cultura pop e em temas como máfia, filmes cult, séries de TV. Todo mundo fala de nerd e geek, mas e aquele público que curte Clube da Luta, Laranja Mecânica, O Poderoso Chefão… Além disso há o produto #experimente, com a indicação de novos autores, novos artistas”, aponta Lívia Menezes.

Disponível para novos assinantes, o Clube Box está em seu quarto tema (Caixa Mágica Onde a Magia Habita), que contemplará itens do mundo da magia e da fantasia. Os produtos serão sempre relacionados ao mundo da cultura pop, que contempla o cinema, a música, a literatura, os quadrinhos, além de flertar com o meio nerd/geek.

Parceiros desde a “Caixa Zero”: Quadrin (artes, pôsteres e camisetas); Fundação Demócrito Rocha (editora de livros); Rocco (editora de livros); Classicline (selo de filmes); o filme Mais Forte que o Mundo (Paris Filmes); cantor Victor Mota; banda Selvagens À Procura de Lei; banda Sulamericana; banda Astronauta Marinho; Poppiz; É Sabonete artesanais; Plancnord placas; Revistas & CIA. comic shop; Printerama (fábrica de camisetas).

“A experiência de assinar um clube no qual você recebe uma Caixa Misteriosa mensal, nunca foi tão aceita no Brasil. E ter a sua marca ou produto dentro do Clube Box se torna uma ação de marketing inusitada e que atinge em cheio ao seu público-alvo”, explica Daniel Herculano.

Quer fazer parte do Clube Box? Abra a sua caixa e entre para o clube agora!

Facebook: www.facebook.com\clubebox

Instagram: @ClubeBoxBrasil

Twitter: @ClubeBox

www.clubebox.com