“Oitava Série”: filme adolescente para ser compreendido por adultos

Temos em Oitava Série (Eighth Grade, 2018), escrito e dirigido por Bo Burnham (Doentes de Amor), uma história adolescente, mas que não deixa de ser destinada também aos adultos, especialmente aqueles com filhos nessa idade, psicólogos, profissionais de educação básica etc. Dessa forma, não se trata de uma aventura, e também não há doses em excesso de romantismo como é costume nas narrativas teens. É um filme bem real, sem exageros e sem apelação.

Kayla (Elsie Fisher) tem 13 anos e está passando do ensino fundamental para o High School, o ensino médio americano. Como todo jovem nessa idade, ela procura aceitação entre os colegas, compreender os sentimentos que a envolve e a puberdade. A pressão é muito grande, então ela cria um mundo alternativo, uma válvula de escape, postando vídeos na internet em que ela se apresenta como aquilo que gostaria de ser: popular e descolada.  

A presença dos smartphones e das redes sociais é muito comum na vida deles. Algumas atitudes gera estranheza ao espectador, mas a realidade é que tudo ali é muito natural. Por que o filme é importante para adultos? Porque esquecemos que fomos adolescentes e, muitas vezes, não sabemos como lidar em certas situações. O filme demonstra que devemos ser presentes, mas, ao mesmo tempo, respeitar o espaço deles.

Assim, a história de Kayla é um aprendizado também para os adultos, sobre como os jovens amadurecem e absorvem o mundo. Afinal, eles têm mais medo de crescer do que a gente tem de não protegê-los. No caso da protagonista, ela é criada apenas pelo pai, Mark (Josh Hamilton), um viúvo que precisa encarar sozinho o desafio de cuidar de uma garota, o que aumenta ainda mais a carga dramática do longa.

Entre os fatores para esse resultado positivo, é necessário destacar a atuação do elenco teen, especialmente de Elsie Fisher, que, apesar da pouca experiência, conseguiu dar à personagem todo o nervosismo típico daquela idade tímida e desengonçada, “sem jeito” na hora de falar e sem saber aonde colocar as mãos. Nas cenas em que a timidez da Kayla é confrontada, é quando a atriz principal se sobressai.

Elsie Fisher começou a carreira com apenas 5 anos, fazendo a voz da personagem Agnes em Meu Malvado Favorito (2010), e parece ter um futuro de sucesso pela frente. Já a direção e o roteiro são assinados por Bo Burnham. Com 28 anos, ele é conhecido nos Estados Unidos por ser comediante e postar vídeos na internet. A obra em questão é a estreia dele como diretor e roteirista na sétima arte.

Eighth Grade passou com elogios por festivais de cinema norte americanos desde a metade do ano passado. Linguagem clara, uma trilha que enaltece a ansiedade da protagonista e enquadramentos que ampliam a sensação de solidão ou isolamento. Quanto ao roteiro, uma narrativa bem construída, que não prende, mas que também não entedia: natural, como deve ser uma adolescência saudável.

Inédito nos cinemas, filme está disponível em plataformas digitais

Disponível online

Inédito nos cinemas do Brasil, agora você já pode vivenciar o humor inesperado, a desilusão e o triunfo da jornada de uma jovem através da adolescência moderna, na premiada comédia OITAVA SÉRIE, disponível em versão digital pela Sony Pictures Home Entertainment. No elenco, Elsie Fisher (McFarland dos EUA,Meu Malvado Favorito) e Josh Hamilton (“13 Reasons Why”, da Netflix, Manchester à Beira-Mar), na hilariante e comovente história de Kayla, uma garota de treze anos, atravessando a última semana na escola.

A comédia dramática foi considerado “Melhor Filme do Ano” pela Sociedade de Críticos de Cinema de Detroit, foi listado como um dos “Dez Melhores Filme do Ano” pelo American Film Institute, Círculo de Críticos de Cinema de Atlanta, Sociedade de Críticos de Cinema de Las Vegas, Sociedade de Críticos de Cinema de Nova York e mais, sendo a novata Elsie Fisher considerada “Artista Revelação/Estreante” pelo Círculo de Críticos de Cinema de Atlanta e Associação dos Críticos de Cinema de  Chicago, além de “Melhor Jovem Ator/Atriz do Ano” no Prêmio Critics Choice, Sociedade de Críticos de Cinema de Las Vegas e Círculo de Mulheres Críticas de Cinema. O diretor Bo Burnham foi considerado “Melhor Novo Cineasta” pela Sociedade de Críticos de Cinema de Boston, Sociedade de Críticos de Cinema de Detroit, Sociedade de Críticos de Cinema de Nova York.

Este clássico sobre adolescentes da próxima geração também foi indicado para o Globo de Ouro® 2019 de Melhor Atriz de Musical ou Comédia (Fisher), e ganhou o Prêmio Director’s Guild of America de Melhor Primeiro Filme e Prêmio Writer’s Guild of America de Melhor Primeiro Roteiro.

OITAVA SÉRIE estará disponível para aluguel e compra nas plataformas: NOW, Vivo Play, iTunes, GooglePlay, Looke, Oi, Playstation Store e Filmes & TV Microsoft.