Canal Brasil com três filmes em Cannes

O Canal Brasil confirma seu protagonismo no fomento do audiovisual nacional, com três coproduções  nas principais mostras do 72º Festival de Cannes, na França. “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, e “O Traidor”, dirigido pelo italiano Marco Bellocchio, vão concorrer à Palma de Ouro.
Já “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, de Karim Aïnouz, foi selecionado para a mostra paralela Un Certain Regard (Um Certo Olhar).

“O Canal Brasil se tornou o maior responsável pela parceria entre TV e cinema no país. Poucos canais do mundo têm essa presença nos principais festivais internacionais”, diz André Saddy, diretor geral do canal, que estará em Cannes representando os três filmes. Nos últimos 10 anos, o Canal Brasil foi o principal coprodutor de cinema brasileiro da América Latina no fomento do audivisual, com 322 longas-metragens produzidos em uma década.

Além da importância pelo volume de coproduções, a curadoria e o olhar apurado do Canal Brasil para o cinema independente vêm se destacando, com a presença cada vez mais constante e consistente dos títulos que coproduz nos principais festivais internacionais de cinema do mundo.

Em 2019, o Canal Brasil também esteve com “Divino Amor”, de Gabriel Mascaro, em Sundance e Berlim; e com “No Coração do Mundo”, de Gabriel Martins e Maurílio Martins, em Rotterdam. No ano passado, foram 10 coproduções selecionadas e exibidas em Berlim, Cannes, Sundance e Veneza:  “Bixa Travesty”, “Aeroporto Central”, “O Processo”, “Unicórnio”, “Los Silencios”, “Ferrugem”, “Benzinho”, “Deslembro”, “Domingo” e “Humberto Mauro”. 

Canal Brasil vai cobrir pela primeira vez o Festival de Cannes

O 72º Festival de Cannes vai até o dia 25 de maio, e terá cobertura do Canal Brasil, que pela primeira vez terá uma equipe fazendo boletins e reportagens diretamente da Riviera Francesa. Este ano, o Brasil tem cinco filmes no festival e três deles têm coprodução do Canal Brasil.

A repórter Flávia Guerra vai dar todos os detalhes da participação brasileira no evento no “Cinejornal”, apresentado por Simone Zuccolotto às segundas, quartas e sextas, às 14h. Além disso, boletins especiais vão ao ar, a qualquer momento, no Canal Brasil e também no nas redes socias do canal.

Cinco filmes brasileiros serão exibidos este anos em Cannes: “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, e “O Traidor”, dirigido pelo italiano Marco Bellocchio, participam da disputa pela Palma de Ouro; “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, de Karim Aïnouz, estará na mostra Um Certo Olhar – esses três filmes são coproduções do Canal Brasil -; “Sem Sangue”, de Alice Furtado, participa da Quinzena dos Realizadores; e o documentário “Indianara”, de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa, será apresentado na mostra ACID.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *